Qual é a finalidade deste blog?

O blog original (Big Lui) nasceu de uma vontade intríseca de falar de mim mesmo, de mostrar do que realmente penso e dos assuntos que tenho maior interesse. O problema é que falar o que realmente pensa nem sempre agrada as pessoas, pois nem todos estão preparados para a verdade. Ele com o tempo começou ganhar certa notoriedade entre os locais onde eu convivo. Com um humor ácido, as vezes sentimentais outrora profano, este blog é como uma caminhada de um ser totalmente errado na sua busca pela santidade, mesmo que meia boca.

Por isso, os assuntos abordados variam muito de Filmes a Garotas Peitudas; Animações a pensamento filosóficos… não tendo censura alguma nos temas, mesmo que muitas vezes acabo criando rancor ou até inimizades. Eu não posso ficar fazendo média com os outros para que os meus temas sejam bem degeridos pelos demais. Pois se fosse assim fazer-lo, não haveria necessidade de existência disso aqui.

Ao contrário do que parece, a descrição que existe logo após o título do blog não é uma apologia ao satanismo. O demônio que se fala é na visão oriental, onde são seres materialistas que só querem usufrir dos prazeres enquanto esquece do lado espiritual. Algo inspirado a lenda do Sun Wukong, também conhecido como Rei Macaco ou simplesmente Macaco: Um Símio muito esperto que queria passar a perna em todo mundo, até no Buda. Mas depois de ficar preso por 500 anos numa montanha pelo mesmo, foi liberto para ajudar um monge a levar o budismo da Índia para China.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Sognare Lucido

Política e Saúde

Cores de Ciclâmen

Uma espécie de diário espiritual.

Fala Aeh!

Literatura sem Frescura

%d blogueiros gostam disto: