Arquivo mensal: julho 2012

Proibição da Entrada de Comida no Super-Con

Amanhã vai ter mais uma edição do Super-Con, a 2ª desde que deixou de ser SuperHeroCon, seu antigo nome. Ele é um evento que começou pequeno no meu estado, mas que a cada ano cresce bastante chegando a ter uma certa impotancia nacional. Tanto sucesso que já está tendo edições em outros estados como na Paraíba (que o último foi em Junho deste ano) e em Alagoas (que terá a sua 1ª em Setembro). Infelizmente nem tudo são flores…

Cartaz do ano passado.

Eu não digo as atrações deste ano porque mesmo não gostando de Power Rangers e Naruto, tem quem goste e respeito isso. Na verdade o principal motivo de escrever aqui já acontece alguns anos, que é a minha indignação com essa proibição da entrada de comida dos frequentadores do evento. Acho muito autoritário esta postura e muitas das justificativas que são a favor, irei refutar um a um.

  1. OS ALIMENTOS DAS ESTANDES SÃO MAIS QUE SUFICIENTES
  2. SE NÃO QUISER COMPRAR, TEM A PULSEIRA PARA ISSO
  3. O POVO RECLAMA DOS PREÇOS, MAS GASTAM HORRORES NOS CINEMAS E SHOPPINGS

1.  Os alimentos pode ter o suficiente, mas a demanda de estandes é muito pouca para atender todos ao mesmo tempo, formando assim uma fila enorme. Trocando em míudos: Ou a pessoa passa a fome ou então enfrenta uma fila que irá fazer perder várias atrações até ser atendido. Sem contar também que os alimentos que existem lá, nem todos comem… ou vai dizer que tem barraquinha para vegetariano ou vegan?

2. O evento acontece no Centro de Convenções da UFPE (Universidade Federal de Pernambuco) que fica na Cidade Universitária. Lugar esse que tem movimentação nos dias da semana, mas que fica um deserto nos Sábados e Domingos, dias por sinal que o evento ocorre. A pessoa que se aventurar em andar nos bairros vizinhos pode correr risco de ser assaltado ou até coisa pior. Também tem a opção de comer nas barraquinhas dos ambulantes que fica de fora do evento. O problema é você depois passar a outra semana plantado no vaso sanitário.

3. Uma coisa é pagar um preço alto no lugar que você pode transitar com sua comida numa boa, outra é não ter opção e o único jeito é pagar preços abusivos de os produtos que podem transitar no evento. Essa exclusividade só deixa os alimentos (nem tão nutritivos) bastante caros. Eu por exemplo no último Super-Con gastei 3 reais em apenas uma lata de refrigerante e 4 em um salgado (que nem era essas coisas).

CONCLUINDO

Enfim… esse negócio de não deixar entrar com comida, eu não teria nenhuma objeção se a proibição fosse com TODOS os alimentos que existe por lá, mas com essa de apenas permiti apenas as estandes, fica parecendo uma forma de privilégio (que é muito errado). E mesmo que seja por isso, acredito que nem precisava, visto que a cada ano que passa o evento fica cada vez maior e o número de frequentadores só multiplica… ou seja, não teria esse chororô das estandes para ter exclusividade.

Bem é isso, sei que se por acaso alguém da organização ler esse texto, difilcimente vai refleti e voltar atrás com essa proibição estúpida. E eu sei que não sou o único, pois existe muita gente que também não concorda com essa regra, mas que infelizmente prefere aceitar e ficar por isso mesmo. Entretanto eu prefiro ser aquele Beija-Flor que, mesmo sabendo que sozinho não consegue apagar o incêndio da floresta, se compromete levar água… água de protesto.

Anúncios

Dando uma Utilidade…

Nestes dias estava pensando o que fazer com este blog da WordPress, de que assuntos irei comentar, qual a razão dele existir… então, tive a ideia de que aqui comentarei assuntos com outro olhar, um olhar mais detalhado. Percebo que meu blog original com o tempo está cada vez mais desmembrado, tendo seus assuntos indo para blogs específicos como O Peitófilo, Quadriarts… talvez no futuro ele seja o blog que menos irei usar, visto que tenho tantos…

Eu com o meu sorriso de Domingo

Pois bem, além do meu Tumblr (que também faz parte deste conjunto e geralmente posto assuntos de momento e pequenos), esta versão WordPress do blog Big Lui agora já tem a sua função. Talvez transforme num blog polêmico… por que não?

Encontrar Amigos

Voltando a escrever nesse blog alternativo depois de muito tempo, comecei a pensar de que assunto posso comentar. Como não tenho nada de importante, resolvi dizer um pouco da minha experiência que tenho com ele.

Pois bem, estava fuçando nas opções complicadas deste blog e acabei achando uma que é para encontrar os amigos usa isso aqui. Lembrou os bons tempos em que a gente fazia isso no ORKUT ou então no Facebook, já que é a moda do momento no Brasil. Achei uns blogs interessantes como Studio Made in PB, Carolina Mylius, HQPB… e também um monte… desatualizados. Muitos criam os coitados dos blogs e depois os abandonam. Nem para ter o trabalho de fechar eles fazem.

Acho triste, pois digo para essas pessoas que os seus blogs não crescem porque simplesmente elas não se mexem para tal: Não tem paciência de começar do zero e continuar a escrever mesmo que passe dias, meses e até anos sem ser reconhecidos. Eu por exemplo tenho vááááários, mas não abandono nenhum (ou pelo menos escrevo depois de muuuito tempo).

Sei lá… acredito que se as pessoas tivesse mais empenho, talvez hoje não teríamos tanto lixo de sites ou blogs que “sujam” a Internet o com sua presença inútil.

Sognare Lucido

Política e Saúde

Cores de Ciclâmen

Uma espécie de diário espiritual.

Fala Aeh!

Literatura sem Frescura