Desabafo de um Lobo

Quem me conhece talvez fique um pouco abusado com este tipo de postagem e até entendo de não gostar… entretanto, vejo que muitas coisas eu não consigo resolver na vida porque sempre não digo claramente o que estou sentido, o que me incomoda, entre outras coisas.

Neste últimos dias teve um certo atrito em minha casa, onde minha irmã discutia com minha mãe assuntos tão banais. Fui tentar apaziguar, acabei deixando a coisa mais complicada. Na conversa percebi pecuínhas que mesmo depois de todos esses anos, custa a desaparecer… isso é muito triste, pois vejo que estamos perdendo o tempo presente que nunca mais vai voltar. As vejo me pego arrependido pelos desrespeitos que já cometi com os meus pais e hoje faço de tudo para não repeti-los. Infelizmente para alguns, o meu passado sempre irá me condenar e mesmo que apresente provas que mudei, eu já fui julgado, sentenciado e condenado. O jeito é aceitar que certas opiniões não mudam e difilcimente conseguirei que elas se alterem.

Outro assunto muito interessante e ao mesmo delicado é a amizade. Certa vezes por ter uma certa postura, já fui acusado de que “não tinha amigos” ou “que não sei cultivar as amizades”. Engraçado que nas 2 vezes isso aconteceu por defender o que é justo,mas não… para algumas pessoas ser amigo é ser conivente com atitudes erradas. Só que não desmecendo os amigos que tenho, mas quantos neste ano mostraram preocupados com minha ausência? Dá contar no dedo… sem falar que completei 30 anos e NENHUM dos meus colegas de curso lembrou de dá os parabéns. Mesmo sabendo que não sou aquele amigo 100% legal, não merecia isso… mas enfim, não é esse desabafo agora que vai mudar a minha realidade.

Por fim um desabafo de mim mesmo, ou melhor, uma autocrítica. Percebo que muitas decepções e desiluções eu tive durante esses 2 anos (2010 e 2011) me afetou profundamente minha psique e o meu rendimento em todas áreas caiu bastante, fazendo com que caisse numa distimia sem fim. Entretanto isso não é motivo para eu ficar procastinando coisas importantes da minha vida e perdendo oportunidades que difilcimente vão voltar. Eu sei que desumano, mas é assim mesmo: Nesse mundo que vivemos de hoje, as pessoas não tem mais tempo para entender outro e quando caimos, é bem provável que não apareça um mão estendida para nos ajudar. Eu esperei isso nesses últimos meses e vi que era inútel, tive que levantar sozinho.

Bem, é isso… aproveito o momento “livro aberto” para mostrar um vídeo que fiz ano passado, quando estava muito frustado com tudo, principalmente por causa do desprezo de uma garota.

Anúncios

Sobre Big Lui

Apenas mais uma Centelha Divina.

Publicado em 6 de dezembro de 2011, em Banal. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Sognare Lucido

Política e Saúde

Cores de Ciclâmen

Uma espécie de diário espiritual.

Fala Aeh!

Literatura sem Frescura

%d blogueiros gostam disto: