Seguindo blogs no WordPress…

Bem, como é de se esperar eu não uso muito esta versão do meu famigerado blog. Como já falei em postagens anteriores, ele foi criado quando o Windows Live foi desativado pela Microsoft, mas a empresa tinha dado a opção de que, antes do fim, poderia transferir as postagens pra cá. Apesar que não tinha quase nada e eram bem idiotas (é só ver no arquivo do blog), resolvi fazer essa experiência e ver como é escrever num blog fora do universo Blogger do Google. Pensei em postar assuntos com outro olhar que se ver no original, mas nem isso. Uma pessoa inteligente, ou no mínimo sensata faria a exclusão da conta… Só que eu não sou essa pessoa, pois vi que mesmo assim, descobri uma função pra ela:

Seguir blogs no WordPress

Seguindo blog da Tina, que coisa!

Seguindo blog da Tina, personagem criado por Maurício de Sousa… Que coisa!

É isso mesmo, seguir blogs. Hoje vejo que ter conta no WordPress é interessante, pois além de fazer aquilo que já falei, posso comentar nos blogs daqui com a minha cara, sem imagem aloprada ou de anônimo. Além de promover o meu blog principal e outros blogs também. Então é isso… Ah! O outro olhar ainda tá valendo*

* Só não sei quando irei postar de novo, ha, ha, ha… Que coisa!

Mamãe, Cinema e Peitos

Nesta última Quinta Feira tive um dia especial com a minha mãe. Depois de uma semana pegando no pé dela, finalmente consegui que saísse de casa. Chamei para ver nos cinemas Minha Mãe é uma Peça – O Filme. Tinha visto sozinho uma semana antes e tinha rido tanto que a primeira coisa que veio na minha cabeça foi assistir de novo, agora com a minha mãe.

Junto com mamãe no Cinema

Minha mãe se reconheceu na personagem do filme

Engraçado que estou vendo na web que muita gente esta dizendo que também vai chamar a mãe, enfim… Antigamente minha mãe reclamava sempre que desde que eu nasci nunca mais tinha entrado numa sala de cinema. Até que em 2011 eu quebrei o paradigma e a chamei para ver o filme O Palhaço. Este é o terceiro filme que assisto com minha mãe depois de um jejum de 30 anos (!) dela sem entrar numa sala de cinema. Muito tempo, pois é…

Ela gosto muito filme, lembro da minha avó que se tivesse viva com certeza iria gostar também (ela parecia muito mais com a Dona Hermínia do que a minha própria mãe). Já falou pra mim que comprará quando sair em DVD. Depois a gente almoçamos e andou pelo Shopping.

E para não perder a oportunidade, minha mãe avistou uma garota de peitos super avantajados e foi logo avisando pra mim tirando onda como sempre. Fazer o quê, quem manda ser um peitófilo assumido? Ha, ha, ha… e olhe que fui atrás e vi que a peituda foi para o cinema. Pena que sou muito tímido, pois senão eu tentaria uma aproximação já que ela era muito linda.

Templo Budista Fo Guang

Bem, esta postagem era para ter feito a muito tempo, mas o leso aqui só deu para fazer agora, he, he, he… acabou virando a primeira  postagem desta versão do meu blog no ano.

Bem, vamos a ela:

Já faz um bom tempo que frequento o Templo Budista de Olinda. Acho que a 1ª vez que fui foi no ano de 2008, mas a vontade de ir lá vem desde de 2003. Foi na época que fazia Prevupe e lá conheci a professora Evalda. Antes de ser Hare Krishna, ela na época me contou que chegou a frequentar este templo, no qual fiquei bastante curioso e interessado. Só que o tempo passou e acabei não indo… até 2008. Na época conversava com Karla e Hiji e eles tinham interesse também de visitar… só que nunca conseguimos de ir os 3 juntos.

Até cheguei a ir com Karla, mas com Hiji… nunca!

Templo Budista Fo Guang Shan

Templo Budista Fo Guang que fica em Olinda

Agora, o único que ainda vai sou eu, já tentei chamar os dois, mas nunca estão disponíveis. Então me abusei e não chamo mais ninguém (atualmente até tentei com Isa e parecia que iria, mas por causa dessentimentos posteriores, ela não quis mais). Durante esses anos já participei de 3 Festivais do Ano Novo Chinês, 2 Vesak e 2 do Buda da Medicina.

Falando neste último, aqui um vídeo que fiz numas cerimônias que fui:

O budismo para mim tem um fascínio grande, tem uma visão de mundo que eu preciso na minha vida. Eu gosto de várias religiões, mas se tivesse que escolher apenas uma, com certeza seria o budismo… só não sei se seria esta linha chinesa, a qual o Templo Fo Guang é. O ruim que só conheço essa e o tibetano… enfim, quando tiver oportunidade procuro outras linhas.

Amanhã vou de novo ao Templo, espero ver uma ótima cerimônia.

Ukka, Filmes, Feira Japa e Mudanças

Ontem eu participei de mais um evento relacionado com a Feira Japonesa do Recife: Mostra de Cinema Japonês. Foi muito legal, pena que teve pouca gente, mesmo sendo de graça. Em 2 dias passou uma animação de que sempre ouvia falar, mas nunca tinha visto um só desenho dele; Um filme com o tema aviões, muito engraçado por sinal; e um sobre Sumô que já tinha assistido em outra mostra de filmes, também ótimo filme.

Muito bom esses dias, filmes legais e companhia agradável.

Muito bom esses dias, filmes legais e uma companhia agradável.

Apesar de público fraco, eu gostei muito… mas o bom desta história toda é que finalmente conheci Ukka Kinski depois de quase 4 anos de amizade semi-virtual. Depois de muita insistência da minha parte, ontem finalmente tirei uma foto com ela. Já tinha a encontrado o dia antes, mas não tirei uma foto… mas no dia seguinte ela não escapou.

Uma foto para registrar o fim do ciclo da amizade semi-virtual

Uma foto para registrar o fim do ciclo da amizade semi-virtual

Este ano a Feira Japonesa sofrerá uma mudança bem brusca: Deixará de ser na Rua do Bom Jesus/Arsenal para ir ao Clube Internacional… e será PAGO! Desde que essa bomba foi noticiada, muitas reclamações estão aparecendo nas redes sociais, principalmente associando o acontecimento a ganância dos organizadores. Até uma reunião está sendo organizada no antigo local em protesto a essa mudança. Eu particularmente não estou feliz com essa mudança,  porém uma coisa bem perceptível é que já faz um bom tempo que a Feira Japonesa não era mais a mesma: Assaltos, brigas, bebidas alcoólicas… uma série de confusões rondava a festa nestas últimas edições. Não sei se com essa alteração vai surti efeito e tal… todavia estarei lá mais uma vez para registrar tudo.

Tânia Gaidarji me bloqueou no Facebook…

Aproveitando que seu aniversário foi a 2 dias atrás, venho lembrar que já faz 5 meses que Tânia Gaidarji, a dubladora de Bulma, me bloqueou no Facebook. Isso tudo porque quando ela me chamou de otaku, eu respondi da mesma forma que ela me respondeu dias antes quando chamei de forma que não agrade, que no caso foi tia.

No dia que Tânia se encontrou comigo e outras pessoas no Parque Dona Lindu.

Chamar de tio ou tia é forma que eu peguei de uma amiga minha onde falamos imitando os moleques de rua, faço isso até com o meu pai. Quando fiz com Tania, não esperava a resposta que ela deu e fiquei muito magoado, mas levei numa boa. Assim que apareceu uma oportunidade contrária, onde ela me citou como algo que não me agrade, dei a mesma resposta pra ver se levaria numa boa também. (o que dá para ver que não aconteceu)

Tentei me explicar porque fiz isso num pefil alternativo que ela tem:

“Detesto quando alguém me chama de otaku ou me associa com eles, pois tenho os meus motivos para não ser confundido com esse grupo.
http://big-lui.blogspot.com.br/2010/01/eu-nunca-serei-otaku.html
Entretanto, mesmo não gostando, nunca daria uma resposta como essa que te dei para alguém caso isso acontecesse.

Desta vez eu só fiz apenas para você ver como me sentir ao receber aquela resposta inesperada sua quando te chamei de tia. Quem me conhece sabe que tenho essa mania de chamar todos de tio ou tia, pois foi uma brincadeira que peguei de uma amiga minha.

Se para você a tal tia é ofensivo, era só falar que eu não falava mais. Eu poderia ter feito o mesmo relação a otaku, mas como disse antes, fiz de propósito pra ver a sua reação.”

Acabou ela me bloqueando também neste perfil. Até cogitei na possibilidade de entrar em contato pelo YouTube ou Twitter, porém achei que era capaz de acontecer a mesma coisa.

É uma pena, pois gostava muito de conversar com ela por essa rede social e foi muito feliz no dia que nos conhecemos pessoalmente. Enfim, pelo menos ela vai está por aqui em Recife de novo no Festival Kanzen. Quem sabe lá a gente resolve este mal entendido.

Proibição da Entrada de Comida no Super-Con

Amanhã vai ter mais uma edição do Super-Con, a 2ª desde que deixou de ser SuperHeroCon, seu antigo nome. Ele é um evento que começou pequeno no meu estado, mas que a cada ano cresce bastante chegando a ter uma certa impotancia nacional. Tanto sucesso que já está tendo edições em outros estados como na Paraíba (que o último foi em Junho deste ano) e em Alagoas (que terá a sua 1ª em Setembro). Infelizmente nem tudo são flores…

Cartaz do ano passado.

Eu não digo as atrações deste ano porque mesmo não gostando de Power Rangers e Naruto, tem quem goste e respeito isso. Na verdade o principal motivo de escrever aqui já acontece alguns anos, que é a minha indignação com essa proibição da entrada de comida dos frequentadores do evento. Acho muito autoritário esta postura e muitas das justificativas que são a favor, irei refutar um a um.

  1. OS ALIMENTOS DAS ESTANDES SÃO MAIS QUE SUFICIENTES
  2. SE NÃO QUISER COMPRAR, TEM A PULSEIRA PARA ISSO
  3. O POVO RECLAMA DOS PREÇOS, MAS GASTAM HORRORES NOS CINEMAS E SHOPPINGS

1.  Os alimentos pode ter o suficiente, mas a demanda de estandes é muito pouca para atender todos ao mesmo tempo, formando assim uma fila enorme. Trocando em míudos: Ou a pessoa passa a fome ou então enfrenta uma fila que irá fazer perder várias atrações até ser atendido. Sem contar também que os alimentos que existem lá, nem todos comem… ou vai dizer que tem barraquinha para vegetariano ou vegan?

2. O evento acontece no Centro de Convenções da UFPE (Universidade Federal de Pernambuco) que fica na Cidade Universitária. Lugar esse que tem movimentação nos dias da semana, mas que fica um deserto nos Sábados e Domingos, dias por sinal que o evento ocorre. A pessoa que se aventurar em andar nos bairros vizinhos pode correr risco de ser assaltado ou até coisa pior. Também tem a opção de comer nas barraquinhas dos ambulantes que fica de fora do evento. O problema é você depois passar a outra semana plantado no vaso sanitário.

3. Uma coisa é pagar um preço alto no lugar que você pode transitar com sua comida numa boa, outra é não ter opção e o único jeito é pagar preços abusivos de os produtos que podem transitar no evento. Essa exclusividade só deixa os alimentos (nem tão nutritivos) bastante caros. Eu por exemplo no último Super-Con gastei 3 reais em apenas uma lata de refrigerante e 4 em um salgado (que nem era essas coisas).

CONCLUINDO

Enfim… esse negócio de não deixar entrar com comida, eu não teria nenhuma objeção se a proibição fosse com TODOS os alimentos que existe por lá, mas com essa de apenas permiti apenas as estandes, fica parecendo uma forma de privilégio (que é muito errado). E mesmo que seja por isso, acredito que nem precisava, visto que a cada ano que passa o evento fica cada vez maior e o número de frequentadores só multiplica… ou seja, não teria esse chororô das estandes para ter exclusividade.

Bem é isso, sei que se por acaso alguém da organização ler esse texto, difilcimente vai refleti e voltar atrás com essa proibição estúpida. E eu sei que não sou o único, pois existe muita gente que também não concorda com essa regra, mas que infelizmente prefere aceitar e ficar por isso mesmo. Entretanto eu prefiro ser aquele Beija-Flor que, mesmo sabendo que sozinho não consegue apagar o incêndio da floresta, se compromete levar água… água de protesto.

Dando uma Utilidade…

Nestes dias estava pensando o que fazer com este blog da WordPress, de que assuntos irei comentar, qual a razão dele existir… então, tive a ideia de que aqui comentarei assuntos com outro olhar, um olhar mais detalhado. Percebo que meu blog original com o tempo está cada vez mais desmembrado, tendo seus assuntos indo para blogs específicos como O Peitófilo, Quadriarts… talvez no futuro ele seja o blog que menos irei usar, visto que tenho tantos…

Eu com o meu sorriso de Domingo

Pois bem, além do meu Tumblr (que também faz parte deste conjunto e geralmente posto assuntos de momento e pequenos), esta versão WordPress do blog Big Lui agora já tem a sua função. Talvez transforme num blog polêmico… por que não?

Encontrar Amigos

Voltando a escrever nesse blog alternativo depois de muito tempo, comecei a pensar de que assunto posso comentar. Como não tenho nada de importante, resolvi dizer um pouco da minha experiência que tenho com ele.

Pois bem, estava fuçando nas opções complicadas deste blog e acabei achando uma que é para encontrar os amigos usa isso aqui. Lembrou os bons tempos em que a gente fazia isso no ORKUT ou então no Facebook, já que é a moda do momento no Brasil. Achei uns blogs interessantes como Studio Made in PB, Carolina Mylius, HQPB… e também um monte… desatualizados. Muitos criam os coitados dos blogs e depois os abandonam. Nem para ter o trabalho de fechar eles fazem.

Acho triste, pois digo para essas pessoas que os seus blogs não crescem porque simplesmente elas não se mexem para tal: Não tem paciência de começar do zero e continuar a escrever mesmo que passe dias, meses e até anos sem ser reconhecidos. Eu por exemplo tenho vááááários, mas não abandono nenhum (ou pelo menos escrevo depois de muuuito tempo).

Sei lá… acredito que se as pessoas tivesse mais empenho, talvez hoje não teríamos tanto lixo de sites ou blogs que “sujam” a Internet o com sua presença inútil.

Desabafo de um Lobo

Quem me conhece talvez fique um pouco abusado com este tipo de postagem e até entendo de não gostar… entretanto, vejo que muitas coisas eu não consigo resolver na vida porque sempre não digo claramente o que estou sentido, o que me incomoda, entre outras coisas.

Neste últimos dias teve um certo atrito em minha casa, onde minha irmã discutia com minha mãe assuntos tão banais. Fui tentar apaziguar, acabei deixando a coisa mais complicada. Na conversa percebi pecuínhas que mesmo depois de todos esses anos, custa a desaparecer… isso é muito triste, pois vejo que estamos perdendo o tempo presente que nunca mais vai voltar. As vejo me pego arrependido pelos desrespeitos que já cometi com os meus pais e hoje faço de tudo para não repeti-los. Infelizmente para alguns, o meu passado sempre irá me condenar e mesmo que apresente provas que mudei, eu já fui julgado, sentenciado e condenado. O jeito é aceitar que certas opiniões não mudam e difilcimente conseguirei que elas se alterem.

Outro assunto muito interessante e ao mesmo delicado é a amizade. Certa vezes por ter uma certa postura, já fui acusado de que “não tinha amigos” ou “que não sei cultivar as amizades”. Engraçado que nas 2 vezes isso aconteceu por defender o que é justo,mas não… para algumas pessoas ser amigo é ser conivente com atitudes erradas. Só que não desmecendo os amigos que tenho, mas quantos neste ano mostraram preocupados com minha ausência? Dá contar no dedo… sem falar que completei 30 anos e NENHUM dos meus colegas de curso lembrou de dá os parabéns. Mesmo sabendo que não sou aquele amigo 100% legal, não merecia isso… mas enfim, não é esse desabafo agora que vai mudar a minha realidade.

Por fim um desabafo de mim mesmo, ou melhor, uma autocrítica. Percebo que muitas decepções e desiluções eu tive durante esses 2 anos (2010 e 2011) me afetou profundamente minha psique e o meu rendimento em todas áreas caiu bastante, fazendo com que caisse numa distimia sem fim. Entretanto isso não é motivo para eu ficar procastinando coisas importantes da minha vida e perdendo oportunidades que difilcimente vão voltar. Eu sei que desumano, mas é assim mesmo: Nesse mundo que vivemos de hoje, as pessoas não tem mais tempo para entender outro e quando caimos, é bem provável que não apareça um mão estendida para nos ajudar. Eu esperei isso nesses últimos meses e vi que era inútel, tive que levantar sozinho.

Bem, é isso… aproveito o momento “livro aberto” para mostrar um vídeo que fiz ano passado, quando estava muito frustado com tudo, principalmente por causa do desprezo de uma garota.

Big Lui no WordPress

Pois é… outro blog! Mas na verdade esse aqui já existia pelo Windows Live desde 2006. Acontece que a Microsoft descontinuou o blog e se as pessoas quisesse permanecer com as postagens antigas era só transferi-las para cá… e aqui estou eu no WordPress.

Vou dizer uma coisa: Ô bloguizinho complicado!! Acostumado com o formato “mamão com açúcar” do Blogger, apanhei pra caramba para mudar as coisas… fico até pensando pra quê ter este blog por aqui… acho que só para ter uma experiência mesmo. Não sei se vou falar de assuntos específicos nele ou se será aleartório como é no Tumblr. Só o tempo dirá!

Bem… para a 1ª postagem oficial por aqui já está bom. Agora seguiremos a longa caminhada do demônio bocó em sua transformação para um monge fuleiro, he, he, he…

what's broken it's broken

it doesn't even matter how many times you try to fix it

Sognare Lucido

Política e Saúde

Cores de Ciclâmen

Uma espécie de diário espiritual.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 286 outros seguidores